Enfim... boas noites de sono!

Olá!

Quem lê minhas mensagens chega até a pensar que a maternidade é algo perfeito, ou pensa que eu sou uma louca varrida de pedra (nossa, que termo antigo hehehe).
Aí me perguntam: Onde "pega" a maternidade?
Eu digo que (por enquanto) é FICAR SEM DORMIR, OU DORMIR MUITO MAL!

Nos três primeiros meses dos picorruchos pensei que fóssemos ter um treco, de tanto cansaço. Eu amamentava a cada 3 horas no primeiro mês, depois passou a ser a cada 4 horas, inclusive nas madrugadas. Os bebês não dormiam ao mesmo tempo, eles resolviam fazer escala: um dormia, o outro ficava acordado, depois revezava. Às vezes um ia dormir às 22:00h, o outro só ia dormir às 2:00h, e às 2:25h... aquele que dormiu às 22:00h, resolvia acordar e só ia dormir às 5:00h. Foi punk os três primeiros meses.
Durante as manhãs eu conto com a ajuda do maridão, à tarde e até o marido chegar à noite, conta com a ajuda da minha mãe. Não tivemos ajuda de ninguém nas madrugadas, não quisemos ninguém estranho em casa cuidando dos nossos filhos. Sei que muitas pessoas contam com o apoio de babás, enfermeiras, não estou aqui para discutir se está certo ou errado, mas nós achamos que a responsabilidade e o privilégio de cuidar dos bebês era exclusivamente nosso, mesmo com todas as dificuldades e cansaço.

Passado os três primeiros meses, como num passe de mágica, Ruteca passou a dormir super bem, de 10 a 12 horas por noite, sem interrupção, e continua assim até hoje. Se ela chora de madrugada, geralmente é dor (dentes, cólica, febre, etc). Ou então ela acorda porque o irmão a acordou.
Já o Miguelito até hoje acorda 1 vez de madrugada (agora não mais todas as noites, mas 2 ou 3 vezes por semana) e quer mamar. Não tem negociação: não adianta tentar niná-lo nos braços, deixar chorando um pouco (bom, isso nunca fazemos), ele quer é mamar, sente fome mesmo. Ou então ele acorda porque está molhado de xixi, e depois da troca de fraldas e de roupa... quer mamar. Comentei com o pediatra e a resposta foi: "Normal...".
Ambos nunca trocaram a noite pelo dia, e achamos isso fantástico. Ambos tiram uma ou duas sonecas durante o dia, sendo que o Miguel dorme mais durante o dia do que a Rute.


Aí me perguntam aonde está a dificuldade; eu digo que é ficar sem dormir 8 horas direto por mais de um ano. Não é uma coisa de outro mundo, sei que existem situações muito e muito piores (como um filho doente), mas não deixa de ser uma situação que desgasta.

Li alguns livros, alguns até específicos sobre sono de bebês/ crianças. Tive a recomendação do "Nana, nenê" de amigos, vizinhos, mas sinceramente, para nós não serve. Não sou adepta e nem à favor do "deixa chorar". Se serviu para outras pessoas, ótimo, mas não para a nossa filosofia.
Li os livros da "Encantadora de bebês", achei bacana, mas o capítulo do sono não aliviou muito a situação.
O que está nos ajudando muito, diria que até resolvendo, é o livro "Soluções para noites sem choro, para crianças de 1 a 6 meses". Tem também a versão para crianças de até 1 ano, mas esse (infelizmente), nós não lemos. A autora do livro argumenta que a criança não precisa chorar para dormir, mas que existem maneiras mais tranquilas e gentis para melhorar o sono do nosso filho, e é claro, o nosso também.
Quando der vou postar alguns trechos do livro para reflexão, e quem sabe auxílio para outros pais.
Um pouco do livro:
  • "... quando o sono de uma criança é perturbador, toda a sua personalidade é afetada. A falta de sono leva a uma aumento nos problemas de saúde e comportamentos agressivos, como choramingos e ataques de raiva."
  • "Um sono saudável traz em si propriedades mágicas para seu filho e apóia a saúde, a atitude, a inteligência e o crescimento infantil."
  • "Lembre-se de que, embora todos os seres humanos despertem periodicamente durante a noite, esse processo de associação é uma das razões principais para bebês e as crianças pequenas chamarem os pais no meio da noite, já que a presença do pai ou da mãe ao seu lado é necessária para que sintam seguros e confortáveis e possam adormecer novamente."
Está aí a dica. E você, como são as noites de sono do seu(s) filho(s)?

9 comentários:

Marcia Farias disse...

Roberta, acredito que ter gêmeos é complicado justamente pelas noites, pq nem sempre eles dormem sincronizados né?

EU nao posso reclamar. A Pietra acordava 2x à noite..Somos noturnos e na primeira acordada dela ainda estávamos acordados (vide a hora que te comento o post hehehe)
No Natal ela dormiu a noite toda...E nunca mais acordou à noite.Uma noite ela acordou chorando mas ela estava com o nariz meio trancada e estava tendo dificuldades para respirar. Vou higienizar o nariz e ela voltou a dormir.
AMO ver ela dormindo..parece um boneco liiindo!

kisses e logo terás tuas noites de sono de volta

Carpe Diem

Marcia

Uma Mae das Arabias!!! disse...

Ai que delicia!!!

Aqui tbem, estamos tendo noites de sono.....tdo bem que nao eh igual a Rutinha.....kkkkk....mas ja da pro gasto.....kkkkk

Mande um beijo grande pra esses dois lindos!!!

Beijos pra vcs e fiquem com Deus

Barbrinha e Bebejinho

Katia disse...

Hummm, acho q no quesito sono, vou sofrer qdo. tiver o meu rsrs, principalmente no frio, pq com sono eu não existo, aff !

Bacana o post, gostei !

Bjkas !

Entre rosas e princesas disse...

Sabe Rô... Não poder dormir 8 horas direto é uma lástima...é cansativo demais. Só agora depois que desmamei a Ana Luiza(2a1m) é que ela dorme direto, a noite toda. Antes ela sempre acordava umas duas a três vezes no meio da noite querendo mamar. Era um terror porque no outro dia eu tinha que trabalhar e como nunca encontrei nenhuma literatura que ajudasse eu acordava com ela chorando(ela é muito brava), sentava, dava de mamar...ela adormecia e eu voltava a dormir até a próxima mamada. NÃO FOI FÀCIL!
Só aguentei porque ela não pediu para vir ao mundo e a AMO muito!!!

Mônica disse...

Ro,
Aqui em casa a coisa é bem tranquila. Eles sempre dormiram nos mesmo horários e desde pequenos eu conseguia dormir pelo menos umas 3hs seguidas. Uma noite initerrupta de sono fez muita falta mas isso durou pouco.
Aos 3 meses eles já estavam dormindo 8hs e nós também!
Hj, depois de um ano a rotina está bem estabelecida: eles dormem as 8:30 (coloco os dois nos berços e eles dormem sozinhos sem problemas), mamam dormindo as 23hs (a hora do papai) e acordam religiosamente as 7:30 (as vezes vai até as 8hs). Eu considero isso uma maravilha!!!
Segui a rotina certinha do Encantadora de Bebês e deu super certo. Recomendo este livro pra todas!

Uli disse...

Nossa, acabei de comentar em outro blog q o meu trio parece estar retrocedendo. Aprendi uma técnica q comigo deu muito certo quando eles eram recem-nascidos pra fazê-los dormirem ao mesmo tempo e hj ninguém dorme antes ou depois do outro. O meu problema está sendo durante a madrugada. Normalmente, eles dormem as 20h sem ninar, cada um no seu bercinho. As 2h da manhã a Sara acorda pra mamar de novo, mas mama sozinha e no final guarda a mamadeira no cantinho do berço, as 7h acorda já desperta e vai para o chiqueirinho ver desenho até as 8h da manhã q é o nosso horário de começar a rotina. Só aí os meninos acordam e eu dou a mamadeira da manhã para os 3. Aprendi tbm q criança precisa ter hora certa pra deitar mas tbm pra acordar e que nós devemos ir acordá-los caso passem da hora. E eu sempre faço isso! Depois do almoço eles dormem de 11:30 as 14:30, mas sou eu q vou no quartinho acordá-los sem dó. Porém desde a gripe q eles tiveram q mudou tudo. A Sara tem acordado umas 3 vezes, os meninos estão intercalando na insônia...cada noite é um, sendo q o Daniel tem tido pesadelos, o que me fez dormir ao lado do berço dele de terça pra quarta. Pq tirá-lo do berço nunca e levá-lo pro meu quarto jamais. Essa tbm aprendi e funciona muito. Eu fico ao lado do berço fazendo cafuné, cantando, segurando a mãozinha, durmo alí, mas só. Tenho estado bem cansada e espero q estas noites confusas passem logo. Afinal eles já tem 1 ano e 7 meses. rsrsrs Mil bjs

Cris :-) disse...

Adorei o post e vou aguardar as tuas dicas sobre o livro. Também vou procurar a versão para as crianças maiores...
Quanto ao deixar chorar eu também nunca deixei, não consigo. Fico com eles fazendo carinho até adormecerem e nunca achei isso perda de tempo muito pelo contrário, é um momento gostoso só nosso!

Anônimo disse...

Ro, o Felipe tem esticado algumas noites agora, apóps os 3 meses... e o que sinto mais falta é o dormir 'bem'... mas acho que isso demorará um bocado... tem noites que estou exausta... GAD era só uma acordada na madrugada... Agora quer rir??? nos finais de semana que fomos p/ Campos, o menino dormiu 8 hs direto... sem sequer pedir mamadeira... já em SP, nada feito... são raras as 8 hs seguidas de sono... mas no fim tudo compensa.. é o amor da minha vida...
Bjs
Clau Spinola Sanchez

Pâmela disse...

Quando chegamos do hospital com Larinha "debaixo do braço" e abaixo do peso a regra era mamadas a cada 2hs, não menos do que isto! Foi um início beeem difícil, não só pela restrição ao sono, mas pela tensão da situação, preocupação. Depois disto começou a mamar a cada 3hs certinho - ela mesma acordava. Mas quando completou 2 meses virou no giraya e aí tudo ficou de cabeça para baixo, era peito o dia TODO!!! Mas passou e aos 3 meses começou a dormir beeem melhor, acordando umas 2 vezes a noite. Desde então tem sido assim e muitas vezes nem acorda no meio da madrugada, vai acordar lá pelas 5hs.
Também não sou adepta ao "deixa chorar", para nós não serve, mas gosto muito do "soluções...". Quando a Lara começou a dormir melhor durante o dia ela ficou ainda mais tranquila, isto prova o que o livro diz sobre sono perturbado e temperamento. Ainda durmo mal, sem uma noite completinha, até pq as vezes fico acordada de madrugada para fazer alguma coisas que não consigo no dia, como agora rsrsr Mas é um período, daqui a pouco isto passa. Não é mesmo?
bjos

Postar um comentário