A primeira VIROSE ninguém esquece...

Muitos sabem que tive uma gestação abençoada, pois meus babies nasceram super saudáveis: nasceram com 37 semanas e 3 dias, Rutinha com 3.030 kg e Miguelito com 2.760 kg, ambos foram direto para a maternidade, passaram longe da UTI Neonatal. Desde então nossos fofuchos tem mantido pesos e alturas acima da média, são espertos, doces, danadinhos, nossa alegria.
Mas na semana passada vivemos nossos primeiros dias de desespero de pais de primeira viagem.
Na quinta, 21/01, Miguel teve alguns episódios de vômito e depois de diarréia, na sexta foi a vez da Ruteca começar o mesmo drama do irmão. Foram quase 5 dias de muitas trocas fraldas (35 por dia!), de muitos lençois trocados sujos de coco, de roupinhas e mais roupinhas sujas e com cheiro ruim, além dos medicamentos, água de côco, e da falta absoluta de fome deles. Ligamos todos os dias para o pediatra, passamos também no PS Infantil em pleno domingo às 7:30h, chorei muito em ver nossos picocos emagrecendo, manhosos, "carentes", sem vontade de brincar.
Essa virose já está indo embora. Hoje eles amanheceram mais animadinhos, já reiniciaram a papinha salgada em pequena quantidade, diminuiram a quantidade de fezes e de fraldas.
Sabemos que essa virose está atacando crianças, adultos e idosos, mas quando é com os nossos filhos sempre achamos que é diferente, que para eles está muito mais difícil, que eles não deveriam passar por isso.
Tem uma frase breguinha, mas que se tornou verdade: ser mãe é padecer no paraíso. Meus filhos são meu paraíso, mas vê-los sofrer e não ter uma varinha mágica que faça com que a dorzinha deles vá embora em poucos segundos, aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii ... como é difícil.
Ser mãe é um aprendizado ímpar, é renúncia, mas é felicidade também.
Graças a Deus tenho um maridinho que é o melhor pai do mundo, pois ele esteve conosco o tempo todo, não foi apenas apoiando ou consolando, mas com a mão na massa, cuidando dos filhotes com todo amor e zelo. Graças a Deus também tenho uma mãe e um sogro também presentes e preocupados com nosso bem estar.
Está passando este episódio, e com ele vai uma série de aprendizado do amor materno e paterno.
E você, lembra quando foi a primeira vez que seu filhote ficou dodói de "verdade"?

9 comentários:

Marilyn disse...

Ai, Ro... q bom q eles estão bem agora... bjs no cês

Marcia Farias disse...

Rô, que ruim essa experiência com os pitocos né? Mas, infelizmente, todas teremos que passar por isso um dia...O importante é que agora eles estão melhores e logo tudo isso será passado. Por enquanto, com quase 3 meses e meio (serão completos na sexta) a Pietra não ficou dodoi ainda....Vamos ver como ela se comportará quando começar a ir na escolinha...

kisses

Marcia

Carla Vila Verde disse...

Rô, que coisa... eu fico morrendo de dó = ( Dá vontade de ficar doente por eles...
Beijos

Flávia disse...

Ro, ainda ontem lembrei de vc....q estava sumida mesmo...
Que ótimo que agora eles estão bons!!
Realmente a dor no coração é enorme, né?! A gente se sente tão impotente...
Essa frase pode ser brega mas é a pura verdade e eu com meu "pequeno" adolescente tenho a usado mais do q nunca....rsrs - vai se preparando...rs
bjks e tudo de ótimo pra vcs!!
Flávia Pan

Andrea disse...

Querida Mimi:
Eu me lembro sim da primeira vez que minha filha (Amandinha) ficou doente. Foi realmente inesquecível. Com dois meses e meio teve infecção urinária. Foi cruel.
Bom hoje ela está bem e muito sapeca. Espero que essa virose não volte a incomodar seus pequenos.
Beijos e melhoras
Andrea Becker (Amanda e João) (Paula e Ana)

Lívia disse...

Ao Rô, isso deve ser horrível!! O Breninho ainda não ficou doente, mas sei que uma hora isso vai acontecer.
Aliás cancelamos a viagem de férias a Ubatuba por conta dessas viroses.

Beijocas

Taty Pelinson disse...

Oi Roberta...
Imagino como deve ser dolorido ver nossos pequenos dodoi, o Gustavo ainda não teve nada, mas ele só tem 12 dias. Eu já choro junto com ele com os gazes q as vezes não deixam o meu pequeno em paz, então, imagina o tanto de chororo q vem por aí né?

beijos....vou linkar seu blog no meu ok?

Jana e Vicente = Leonardo disse...

Miga achei teu cantinho e não desgrudo mais daqui

beijokas do Léo no Miguel e na Rutinha...

Natasha Martins disse...

Acho que a Giulia bateu o recorde...semana passada, com 6 semanas de vida, ela ficou ROUCA!!! não precisa nem dizer o desespero, né??? enfim, liguei para o pediatra, mandou fazer nebulização (estava e está sem febre), mas o chorinho rouco é de doer o coração!
que bom que eles já estao bem!
bj

Postar um comentário