Escola d e c i d i d a

Normalmente sou bastante decidida nas minhas escolhas, desde ir em uma loja e escolher de cara o sapato que quero comprar, como, por exemplo, visitei só um buffet da festa do nosso casamento (acertamos), fui em duas maternidades apenas e já escolhi a que teria meus filhos (acertamos de novo), e por aí vai; nunca fui de muita lenga lenga nas minhas escolhas.

Quando as crianças nasceram decidimos que eles iriam para a escola em fevereiro de 2012, quando eles estarão com 2 anos e 9 meses. No começo desse ano até surgiram dúvidas se eu deveria colocá-los antes na escola (leiam aqui), pois EU estava extremamente cansada e achei que a escolinha seria a solução (a ida a escolinha seria mais por minha causa do que por eles). Mas voltei com minhas ponderações e mantive a data inicial.

Antes de decidirmos a escola para educação infantil dos pimpolhos, foi uma saga. Li, li muito, desde livros, revistas e alguma coisa na internet. Conversei com dezenas de mães, visitamos 9 escolas, pesquisei na internet pelo o menos umas 25, e algumas delas eu nem passaria na porta, de tão mal indicadas, ou de tão caras. Um livro que indico nessa fase de escolha:



Visitei escolas com metodologias de ensino bem diversificadas. Visitei escolas super bem indicadas, mas que para nós foi uma decepção: eram sujas, escolas sem segurança, brinquedos ruins, salas pequenas e abafadas, ou porque não fomos com a cara dos profissionais. Nisso tudo confirmei algo que todos nós já sabemos: o que é bom para um, nem sempre é bom para o outro. Escola é algo extremamente PESSOAL, não só do ponto de vista econômico, mas do estilo de vida, crença e valores da família.

Dessas 9, adoramos uma, gostamos de outra, as outras 7 nem pensar. Decidimos pela que “gostamos”, porque a que “adoramos” está fora do nosso orçamento.

A que escolhemos tem bom espaço, salas amplas e arejadas, metodologia de ensino interessante e dinâmica, mas... sei que não vai ser perfeita, aliás não existe nada perfeito.

Enfim... assim que eu dei o “ok” para a escola, desliguei o telefone e... meus olhos se encheram de água, quase não dormi à noite. Essa ansiedade é porque meus filhos sairão um pouco da barra da minha saia (sou sim uma mãe protetora!), porque eles estão crescendo, porque eles serão cada dia mais independentes, e não tem como ser diferente, faz parte da vida.

Eu sei que vou me surpreender, e realmente espero me decepcionar muito pouco com a nossa escolha. E se não der certo? Trocamos! Não é simples assim, mas se for necessário, faremos.
Espero que a escola seja um local seguro, de aprendizagem, de muita brincadeira e que eles façam muitos amigos. E 2012 já está aí! Que Deus dê a nós pais muita sabedoria e que nossos filhos se sintam felizes nessa nova etapa da vida!

1 comentários:

"SONHANDO MAIS UMA VEZ" disse...

Olá Roberta
Me chama Francielly, e passeando pela blogosfera achei seu cantinho e amei, achei muito linda a tua historia e quero acompanha-la tbem ja estou por aqui te seguindo.

Quando ao post acima, realmente escola é algo muito particular, e posso te dizer que nem sempre a escolha é facil, eu mesmo tenho uma pequena de 5 anos que ja mudamos 3 vezes de escola por ene motivos, ano que vem ela vai pra uma outra porque não estamos satisfeitos com a que ela está hoje. Acho que temos que ser bem criticos com a escola dos nossos filhos porque eles passam um tempo razoavel dentro dela, e hoje é muito dificil encontrar lugares que passem valores que acreditamos para os nossos pequenos e que tenham um ensino de qualidade, porque afinal é o do futuro deles que estamos falando.

bjks

Postar um comentário